Sem categoria
Sexta-feira, 12 de abril de 2024

VAR…vilão ou herói?


Ultimamente o desempenho do VAR no campeonato Brasileiro da Serie A tem gerado muita polêmica, na realidade o trabalho do assistente de vídeo é simples, lances que não são interpretativos precisam da cabine, lances de interpretação não. Mas o que era para ajudar está atrapalhando.
Não podemos culpar o VAR, mas sim os árbitros brasileiros que ainda não sabem lidar com esse recurso que veio para ajudar, se fizer a comparação com o arbitro europeu, a diferença é muito grande, não se demora tanto para analisar o lance, o arbitro está sempre no controle do jogo e a maioria dos lances é ele que define, e ele não joga a responsabilidade para o VAR.
No Brasileirão a demora em analisar o lance é muito grande, o arbitro da partida não tem controle nenhum do jogo, e os árbitros que estão na cabine acabam interferindo diretamente nas decisões. Soa até engraçado que existem jogos que o arbitro é o oficial e responsável por todas as decisões do jogo, e tem jogos que esse mesmo árbitro está na cabine do VAR, mas o que causa grande estranhamento é que ele sendo o arbitro oficial um critério é praticado, e quando ele está na cabine do VAR um outro critério totalmente diferente é posto em prática. Entre essas e outras podemos definir que os árbitros brasileiros estão incapacitados de utilizar o VAR porque até então o campeonato Brasileiro da serie B, está seguindo sem tantas polemicas quanto o da serie A. A arbitragem na serie B está se saindo muito bem, os jogos adquirem fluidez sem tantas paradas, já na serie A podemos afirmar que em alguns jogos que o VAR teve influência direta no resultado da partida.
Não estamos querendo o fim do VAR, porque o VAR é uma ferramenta tecnológica de extrema importância para o futebol brasileiro em geral, mas se a CBF junto com a CONAF não conseguirem capacitar os árbitros brasileiros, então é melhor não ter .