Política
Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Sindicalistas pedem a Lula mais participação na gestão do Sistema S

Em reunião nesta quinta-feira (1º), lideranças sindicais pedirão ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para ter mais participação na gestão do Sistema S.
A demanda é para que a composição dos conselhos (nacional, fiscal e regional) do Sesi, do Senai, do Sesc e do Senac seja paritária, ou seja, dividida igualitariamente entre representantes de empresários e trabalhadores.
Além disso, os líderes sindicais pedem rotatividade na presidência, com revezamento entre nomes das duas categorias. Hoje a gestão é exclusiva das entidades patronais.
Como mostrou o Painel, as lideranças sindicais disseram nesta quinta-feira (30) a Geraldo Alckmin (PSB), vice-presidente eleito, que não desejam o retorno do imposto sindical obrigatório.
Os sindicalistas afirmaram que a proposta deles atualmente é a da taxa negociada, que não seria compulsória e teria percentual estabelecido em negociação coletiva.
Eles encaminharão a mesma demanda a Lula nesta quinta.
O presidente eleito convidou representantes de sindicatos dos bancários, construção civil, químicos, entre outros, para a reunião, além dos presidentes das centrais sindicais.
O gesto foi entendido como sinalização favorável ao fortalecimento dos mecanismos de negociação coletiva, já que eles costumam ser administrados no dia a dia pelos sindicatos, e não pelas centrais, que tratam de questões mais amplas.

Fonte: FolhaPress