Tecnologia
Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Copa do Catar: um marco histórico em tecnologia e inovação

A Copa do Mundo do Catar deve ser um marco histórico. Não apenas por ser a primeira realizada no Oriente Médio, em um país onde todos os jogos poderão ser assistidos em um raio extremamente próximo, e por acontecer no fim do ano.

O maior campeonato do futebol mundial também terá uma versão mais inovadora e tecnológica nesta ediçãocom alta conectividade viabilizada pelo 5G e outras plataformas inéditas em eventos dessa magnitude.

Pela primeira vez, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) usará um sistema semiautomático com inteligência artificial (IA) para marcar impedimentos nas partidas. O investimento de um dos países mais ricos do mundo visa reduzir o tempo do VAR e elevar o recurso a outro patamar em termos de experiência de jogo e interferência no bom andamento das partidas.

Copa do Mundo 2022O investimento de um dos países mais ricos do mundo visa reduzir o tempo do VAR.

Outro exemplo de ineditismo nessa Copa será a aplicação no futebol da Internet das Coisas (IoT) de forma mais intensiva. Em 2022, as camisetas dos jogadores de algumas das seleções participantes vão usar tecnologia para auxiliar no treinamento.

Com a instalação de microssensores no tecido, a roupa conseguirá identificar parâmetros como temperatura do corpo, nível de estresse, respiração, hidratação e outros sinais vitais importantes dos jogadores. Por meio de Bluetooth, essas roupas inteligentes conseguirão trocar informações umas com as outras e, a partir daí, detalhar uma série de dados sobre a performance e a saúde dos atletas. Tudo em tempo real.

Os recursos de IoT também devem funcionar na smart city criada especialmente para os jogos – Lusail. A cidade que vai abrigar o estádio da final da Copa do Mundo terá diversos sensores pelas ruas que poderão dar informações sobre trânsito, vagas de estacionamento ou horários de ônibus e metrô.

Tudo atualizado constantemente para os torcedores que baixarem os aplicativos relacionados ao evento e à mobilidade urbana local. O esquema foi testado em 2019, durante a Copa Amir, que serviu de treinamento para o Catar 22.

Copa do Mundo 20221 Milhão de pessoas são esperadas no Catar, na Copa do Mundo 2022.

A questão da segurança também será permeada por tecnologias de ponta. A supervisão do espaço aéreo será feita via drones. O Ministério do Interior do Catar fechou uma parceria com a empresa americana Fortem Technologies para usar aeronaves não tripuladas – usadas em ações militares – no esquema de vigilância dos estádios.

A conexão 5G vai permitir todas essas estratégias pela primeira vez na história e deve-se garantir conectividade total para os cerca de 1 milhão de visitantes esperados no evento. Haverá possibilidade de experiências imersivas de realidade virtual (RV) e acompanhamento em tempo real de cada lance por meio de dispositivos diversos.

No Brasil, os telespectadores também serão beneficiados com as novas tecnologias de alta modernidade. A Rede Globo, por exemplo, vem investindo na quinta geração da internet e pretende usar câmeras sem fio compactas equipadas com 5G para melhorar as imagens transmitidas.

A expectativa é conseguir reduzir o delay e transmitir em resolução 4K, promessa feita desde o início do ano para o GloboPlay e todas as demais plataformas em que atua. A emissora revelou que o SporTV, por exemplo, irá disponibilizar o sinal 4K dos jogos do campeonato para todas as plataformas. Para os assinantes da TV fechada, a imagem transmitida em 4K não terá custo extra para as operadoras.

Outra aplicação inovadora vem da autoridade máxima do futebol. A Fifa anunciou o lançamento da sua plataforma de streaming Fifa+ (FifaPlus) e prometeu mais de 40 mil partidas ao vivo em 2022 (29 mil masculinas e 11 mil femininas). O serviço será gratuito, internacional e fornecerá acesso a jogos de futebol de todo o mundo. Além disso, contará com jogos interativos, notícias, vídeos e histórias das competições da Fifa.

A Copa do Catar vai ser um divisor de águas quando se pensa na forma de realizar e transmitir grandes eventos. Além de poder trazer o tão sonhado hexa para o Brasil, o Mundial será histórico em termos de inovação e tecnologia, bem como na democratização do acesso a elas, seja no país-sede, seja para expectadores de todo o mundo.

Estarei lá pessoalmente para conferir pessoalmente muitas dessas atrações e novidades, e pretendendo ser “pé-quente” na busca de nosso hexa! Que o La’eeb seja nosso guia nessa jornada de maravilhas, emoção e muitas transformações!

Fonte: TecMundo