Turismo
Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Conheça espumantes a partir de R$ 29 para brindar nas festas de fim de ano e no verão

Quando a cantora Marina Lima lançou o hit que começa com o verso “Vem chegando o verão”, ainda nos anos 80, ainda não era comum o hábito de curtir os dias mais quentes da estação escoltado por um balde de gelo repleto de garrafas de espumantes. A mais festiva das bebidas era considerada, pelos brasileiros, sinônimo de confraternização. Por isso o consumo crescia em dezembro, com as “festas da firma”, o Natal e o Réveillon. Nas últimas décadas isso mudou, mas o alto custo do espumante, na maioria dos casos. ainda impede que ele se torne uma opção à cerveja e à caipirinha, seja na praia ou na piscina.

A boa notícia é que há rótulos nacionais a partir de R$ 29, o que equivale a um drinque. Claro que esse preço é para comprar em sites e supermercados e não nas cartas de bares e restaurantes. Ainda assim, vale fazer esse upgrade etílico e apreciar os melhores espumantes produzidos em todo o território nacional.

A começar pelo Nordeste, berço do Terranova Tropical Moscatel, espumante que nasce no Sertão é hoje o mais vendido do Miolo Wine Group. Sua leveza retrata o que o solo e o clima do Vale do São Francisco são capazes de oferecer, em vinhedos irrigados por sistema de gotejamento com as águas do Velho Chico. Custa R$ 29,90 no site vestcasa.com.br. O mesmo preço é pedido pelo  Almadén Brut Rosé no e-commerce grapeldistribuidora.com.br. Elaborado na Campanha Gaúcha, esse espumante entrega boa acidez, frescor e elegância a um preço excelente. Um pouco acima está o Casa Perini Brut Rosé, à venda por R$ 45,90 no site bebidassosul.com.br .

Para quem quer ir além dos rótulos do dia a dia e escolher garrafas para impressionar no presente ou celebrar um momento especial, há inúmeras opções de espumantes brasileiros, alguns que podem ultrapassar a faixa de R$ 500. Esse é o caso do Íride Miolo Sur Lie Nature 10 Anos DOVV, ícone da vinícola com apresentação majestosa, que custa exatos R$ 500,50 no marketplace do Magazine Luiza. Um pouco mais em conta é o Cave Geisse Nature Leveduras Autóctones 2015, produzido na região de Pinto Bandeira (RS), que acaba de conquistar o selo de Denominação de Origem (DO), o segundo do Brasil. À venda na Mosto Flor por R$ 452,00. 

Se o orçamento não permite tanto, uma sugestão de ótima relação preço-performance é o Vallontano Indra Sur Lie, novidade no catálogo da Mistral. À venda por R$ 139, ele é produzido pelo método tradicional e não passa pelo dégorgement, ou seja, as borras da segunda fermentação ficam na garrafa, mantendo a atividade de autólise até o momento da abertura. Um espumante de grande cremosidade e aromas intensos.

Todos os produtos indicados nesta coluna são para maiores de 18 anos.

Fonte: IstoéDinheiro