Tecnologia
Quarta-feira, 24 de abril de 2024

Elon Musk faz as pazes com CEO da Apple e fala do Twitter no iOS

Cerca de três dias depois de atacar publicamente a Apple no Twitter, o bilionário Elon Musk foi passear na sede da empresa em Cupertino, acompanhado do CEO da empresa da maçã, Tim Cook. O encontro serviu para as duas partes resolverem desavenças e “mal-entendidos”, de acordo com o novo dono da rede social do pássaro azul.

Em uma série de publicações no Twitter, Elon Musk agradeceu Tim Cook pelo tour na sede da Apple e disse que os dois tiveram uma “boa conversa”, fazendo as pazes após o bilionário lançar ataques em sua rede social. “Entre outras coisas, nós resolvemos os mal-entendidos sobre o Twitter potencialmente ser retirado da App Store.”

Elon Musk também ressaltou que a retirada do Twitter do sistema operacional da Apple não foi cogitada pela empresa. “Tim foi claro que a Apple nunca considerou isso”, comentou o bilionário.

Entenda o caso

Recentemente, Elon Musk começou uma cruzada online com a Apple, dizendo que a empresa estaria querendo banir o Twitter do iOS. Além disso, o bilionário comentou que a companhia havia diminuído os investimentos em propaganda na rede social, questionando o comprometimento da dona dos iPhones com a liberdade de expressTim Cook

Enquanto não apresentou evidências sobre a possível saída do Twitter do iOS, Elon Musk fez publicações criticando a taxa de 30% cobrada pela Apple na App Store. A cobrança culminou, por exemplo, na retirada do jogo Fortnite da loja, após um processo movido pela Epic Games.

A situação fez com que os fãs do bilionário se animassem, pedindo para que ele colocasse em ação o plano de lançar seu próprio celular. Durante o fim de semana passado, Elon Musk revelou que, caso seja necessário, ele pode produzir seu próprio smartphone no futuro, gerando competição para Google e Apple.

Fonte: TecMundo