No Mundo
Sexta-feira, 12 de abril de 2024

Coreia do Norte realizará reunião-chave do partido em dezembro

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, convocou uma importante reunião do Partido dos Trabalhadores em dezembro para definir, com vistas a 2023, orientações políticas para este país isolado, informou a imprensa estatal nesta quinta-feira (1º).

Kim fez o anúncio em uma reunião do Bureau Político na quarta-feira, de acordo com um relatório da agência de notícias oficial KCNA, garantindo aos líderes que 2023 seria um “ano histórico”.

As tensões militares na península coreana aumentaram acentuadamente este ano, quando Pyongyang realizou testes de lançamentos de mísseis sem precedentes, incluindo um míssil balístico intercontinental de última geração (ICBM), o mais avançado.

O anúncio da reunião ocorre após meses de alertas de Seul e Washington de que Pyongyang está prestes a realizar um novo teste nuclear, que seria o sétimo na história do país e o primeiro desde 2017.

Depois de supervisionar o lançamento do míssil “monstro” Hwasong-17 em meados de novembro, acompanhado por sua filha, Kim disse que queria que a Coreia do Norte tivesse a força nuclear mais poderosa do mundo.

Na reunião do Bureau Político desta semana, o líder norte-coreano observou que 2022 foi um ano de “adversidades sem precedentes que testaram nossa vontade e eficácia em combate”, segundo a KCNA.

Kim Jong Un assegurou que 2023 será um “ano histórico”, pois marcará o 75º aniversário da fundação do país e o 70º aniversário do fim das hostilidades na Guerra da Coreia, que terminou com um armistício em vez de um tratado de paz.

Pyongyang geralmente atribui um significado especial aos aniversários, muitas vezes marcados por desfiles militares e disparos de mísseis.

Fonte: AFP