Política
Segunda-feira, 22 de abril de 2024

“Bolsonaro vai dar resposta a vocês. Ele é homem”, diz presidente do PL a apoiadores

Um homem abordou Valdemar Costa Neto e perguntou quais as chances de protestos em frente ao quartel em Brasília ter resultado


O presidente do Partido LiberalValdemar Costa Neto, afirmou a manifestantes que o presidente Jair Bolsonaro (PL) falará com seus apoiadores e não irá deixá-los na mão.

A afirmação foi feita após jantar da legenda na noite desta terça-feira (29), na saída de um restaurante no Setor de Clubes Sul, em Brasília. Um homem que estava em frente ao local abordou Valdemar e perguntou quais as chances de protestos em frente ao quartel em Brasília ter resultado.

“Tem muita chance. Lógico [que tem chance]. Bolsonaro não falou ainda. Vai falar. Vai animar vocês lá”, disse o presidente do PL.

Em seguida, o homem afirmou que o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), não subirá rampa do Palácio do Planalto, e Valdemar respondeu dizendo que Bolsonaro ainda dará uma resposta.

“Fica firme. Vamos ajudar vocês lá. Podem ter certeza de que Bolsonaro vai dar uma resposta para vocês. Bolsonaro é homem. Pode ter certeza de que ele não vai deixar vocês na mão”.

O presidente do Partido Liberal também afirmou que o presidente Jair Bolsonaro está mais animado e que ele se levantou do baque após as eleições.

“Ele melhorou muito da semana passada para esta semana. Eu só o convidei por causa disso. Quando eu cheguei ao Palácio, eu vi a cara dele e falei: o que aconteceu? Ele está bem. Ele está animado. Ele se levantou. Passou o baque. Porque nós não esperávamos que acontecesse esse resultado. Ele agora se recuperou e vamos ver como ele vai se comportar. Ele vai querer atender e falar com esse pessoal que está na rua e que adora o Bolsonaro”.

Recurso do PL ao STF

O presidente do PL ainda afirmou, sem citar data, que a legenda vai apresentar um recurso à decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes que determinou o bloqueio de recursos do fundo partidário do Partido Liberal até o pagamento de multa no valor de quase R$ 23 milhões.

A decisão ocorreu após a legenda questionar supostas irrregularidades em urnas eletrônicas anteriores ao modelo de 2020 durante o processo eleitoral.

“Nós vamos entrar com o recurso e ele [Alexandre de Moraes] vai observar, não tenho dúvida disso”.

Nesta terça-feira (29) o partido divulgou uma nota à imprensa na qual diz que a legenda “vai adotar todas as medidas adequadas para restaurar a liberdade, o direito à livre atividade parlamentar e partidária, o direito à liberdade de expressão e, mais ainda, o direito de se poder contestar as decisões judiciais sem sofrer qualquer retaliação”.

Fonte: CNN