Economia
Sábado, 18 de maio de 2024

Burger King abre restaurante do jeito que os consumidores pediram


Em Destaque

Destaque do Dia8 de dezembro de 2020

Qualquer brasileiro poderá se vacinar contra a covid-19 em SP, diz governo

Fusões & Aquisições8 de dezembro de 2020

Qual o legado da compra da Linx pela Stone para o mercado?

IPO’s8 de dezembro de 2020

Westwing planeja captar R$ 500 mi em IPO previsto para janeiro

Redaçãohttp://www.biznews.com.br

Burger King anuncia a sua primeira unidade com um modelo arquitetônico baseado nas necessidades e opiniões de seus consumidores. O novo restaurante, que fica localizado na Praça Panamericana, em São Paulo capital, foi construído com base em pesquisas realizadas com moradores da região, e é o primeiro a seguir esse formato.

O projeto tem foco no estilo de vida de quem passa por lá, seguindo o posicionamento do Burger King. A nova unidade foi inaugurada na última terça-feira e seu funcionamento é de segunda a domingo, das 10h às 4h, podendo sofrer alterações de acordo com as diretrizes do Plano São Paulo, em função da pandemia da covid-19.

Para tirar do papel a nova estrutura, o Burger King investiu em mais de 300 pesquisas in loco com clientes da região durante mais de um ano. “Contratamos uma consultoria especializada neste trabalho e chegamos ao perfil de seis tipos de consumidores. A partir disto traçamos uma obra para atender todos eles com os melhores serviços. Além do mais, estar na região tão abastecida de varejos e serviços é também importante para nós”, diz Gustavo Fehlberg, vice-presidente de desenvolvimento do Burger King do Brasil em entrevista exclusiva à EXAME.

O restaurante da Praça Panamericana carrega detalhes desenvolvidos especialmente para os frequentadores da região e, portanto, tem como objetivo oferecer uma experiência completa e próxima ao estilo de vida dos seus visitantes.

O estabelecimento contará com amplos bicicletários, considerando o alto fluxo de ciclistas da praça; fachada de vidro com terraços; espaço pet, com foco nos consumidores que utilizam a praça para lazer com seus animais de estimação; totens de auto-atendimento; grelha de frente para o público, para que todos consigam ver a carne grelhando no fogo como churrasco e mais atributos.

O restaurante também terá uma área exclusiva para que os motoboys parem suas motos, bem como retirem os pedidos em segurança.

Segundo o Burger King, com tecnologia de ponta, a loja possui um sistema de controle de todos os equipamentos interligados com a matriz, por exemplo, o ar-condicionado é monitorado remotamente para oferecer conforto ao cliente com a melhor temperatura, avaliando as melhores condições diárias do clima interno do ambiente.

Outro ponto levantado pelos clientes foi a preocupação com a sustentabilidade e na unidade da Praça Panamericana toda a água de chuva é reaproveitada para as descargas dos banheiros, assim como a água de condensação do frigorífico, o que vai gerar cerca de 10 a 15% de economia.

Obras

O projeto que começou antes do início da pandemia da covid-19 no Brasil não foi interrompido, mas sofreu alguns atrasos. “A pandemia foi uma surpresa para todos, que trouxe um pequeno atraso no cronograma, mas nenhuma mudança no plano. Diminui o ritmo das obras, testamos dos colaboradores das construtoras e seguimos com o combinado. Não tenho notícia de termos feito nada parecidos nas outras unidades ao redor do mundo”, afirma Fehlberg. O valor do investimento, porém, não foi divulgado.

Fonte: Exame