Início Cultura Memorial da América Latina prorroga período de inscrições para o Festival Canta...

Memorial da América Latina prorroga período de inscrições para o Festival Canta SP

Os vencedores serão premiados com um show ao vivo no Memorial, a gravação de um videoclipe e divulgação na mídia

Devido à altaprocura, o Memorial da América Latina prorrogou o período de inscrições para o Festival Canta SP. As inscrições agora podem ser feitas até o dia 20 de novembro. Com a prorrogação, todas as outras datas do calendário do festival também foram alteradas (confira as datas abaixo).

O Festival Canta SP é um festival de música virtual promovido pelo Memorial da América Latina, com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, como parte da retomada das atividades culturais no Estado de São Paulo, de fomento a artistas em início de carreira, ainda sem projeção midiática ou apoio de grandes gravadoras e instituições, mesmo com as restrições impostas pela pandemia.

Dividido em cinco etapas, o Festival irá apresentar músicas de novos artistas, selecionadas a partir de uma comissão julgadora composta pelo produtor musical e empresário João Marcello Bôscoli; Sérgio Britto, da banda Titãs; a cantora Paula Lima e Felipe Machado, músico e editor de cultura da Revista IstoÉ – todos profissionais de destaque no meio musical. Serão dois finalistas premiados, um escolhido pelos jurados e outro por meio de votação popular.

Serão selecionadas pela comissão julgadora 12 canções, que serão exibidas no canal do YouTube do Festival, com a hashtag #CANTASP, de 3 a 15 de dezembro, período em que estará aberta a votação popular. A contagem de votos será feita a partir da somatória de curtidas nos vídeos finalistas. O candidato que obtiver o maior número de pontos na votação será o vencedor desta etapa. Seguindo o mesmo critério de pontuação, o artista que obtiver o maior número de pontos na somatória dos jurados, será o outro vencedor.

No dia 18 de dezembro serão anunciados os dois artistas vencedores, que irão ganhar a gravação de um clipe profissional e um show ao vivo no Auditório Simón Bolívar e divulgação na rádio Nova Brasil FM e nas revistas IstoÉ e Rolling Stone. Os dois vencedores serão premiados também com o Troféu Zuza Homem de Mello, em homenagem ao musicólogo, que seria o presidente da comissão julgadora do Festival, mas que faleceu no início de outubro.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até20 de novembro, por meio de formulário online, disponível no site www.memorial.org.br/cantasp. Cada participante poderá inscrever apenas uma música inédita, com a  letra em português e/ou espanhol. Todos os gêneros musicais serão contemplados. Só poderão concorrer artistas residentes no Estado de São Paulo.

O projeto é uma parceria entre o Memorial da América Latina, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Revista IstoÉ, Revista Rolling Stone, rádio Nova Brasil FM e Metrô.

Sobre os jurados

João Marcello Bôscoli
É produtor musical e empresário, mas atua também em diversas outras áreas, como televisão, rádio e cinema. É sócio-fundador da gravadora Trama Virtual, apresentou nove edições dos prêmios Grammy, Billboard Music Awards e American Music Awards, além de apresentar o programa “Sala de Música”, na rádio CBN. Produziu as trilhas dos longa-metragens Abril Despedaçado (Walter Moreira Salles), Lavoura Arcaica (Luiz Fernando Carvalho) e Amarelo Manga (Claudio Assis).

Sérgio Britto
É tecladista, pianista, vocalista e integrante da banda Titãs. Compôs o maior número de canções gravadas pelos Titãs, como os clássicos “Marvin” e “A minha cara”. Em 2000, iniciou sua carreira solo. Ganhou os prêmios Grammy Latino de 2009 e 3º prêmio Contigo, com a música Purabossanova, em parceria com Rita Lee.

Paula Lima
Além de cantora e compositora de samba, soul, funk e MPB, Paula Lima também é mestre de cerimônia, colunista do Carnaval de São Paulo, já realizou parcerias internacionais, recebeu duas indicações ao Prêmio Tim de Música e ao Prêmio Toddy com o melhor álbum de MPB. Também foi premiada com o Troféu Raça Negra e o Prêmio APCA, por melhor programa musical de rádio. Já lançou mais de cinco álbuns.

Felipe Machado
É Editor de Cultura da revista Istoé e guitarrista da banda VIPER. Jornalista, músico, publicitário e escritor, é autor dos livros Palavra de Homem (2019) e Um Lugar Chamado Aqui (2016). Trabalhou 11 anos no jornal O Estado de S. Paulo, onde criou a TV Estadão. Como fotógrafo, realizou a mostra individual “La Fiesta de Los Vivos”, sobre o México, em novembro de 2019 no Memorial da América Latina.

Fonte: Site do Governo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Populares

MAM SP celebra a arte indígena contemporânea em mostra inédita

Entre os destaques estão os trabalhos do Makuxi Jaider Esbell, que também é o curador da mostra; criações...

Cuba publica projeto que abre portas para casamento gay

Proposta terá que passar por um debate Por - Sarah Marsh Cuba publicou...

Lula pressiona PT a retomar debate sobre regulação da mídia

A imprensa era o alvo principal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando ele se levantou...

Governo revisa inflação no ano de 6,2% para 8,4%, e conta deve estrangular Orçamento de 2022

O Ministério da Economia revisou nesta quinta-feira (16) a projeção oficial para o INPC (Índice Nacional de...