Cultura
Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Marieke Lucas Rijneveld se torna mais jovem a receber o prêmio Booker Internacional

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O livro “The Discomfort of Evening”, de Marieke Lucas Rijneveld, é o vencedor do prêmio Booker Internacional deste ano.
Aos 29 anos, Rijneveld, que se identifica como uma pessoa não binária, é a mais jovem a ganhar a premiação literária, que elege as melhores traduções ao inglês de obras de autores de todo o mundo. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (26).
O prêmio de £ 50 mil, cerca de R$ 326 mil, será dividido igualmente com a tradutora da obra para o inglês, Michele Hutchison.
O romance de estreia se tornou um best-seller na Holanda, seu país natal, em 2018 e chegou aos Estados Unidos neste mês.
O livro conta a história de uma garota, Jas, que vive em uma área rural do país. Seu irmão morre em um acidente depois que ela deseja que ele não retorne de uma viagem, lançando a família num processo de luto.
O vencedor do prêmio estava previsto para ser anunciado no dia 19 de maio, mas a data foi adiada por causa da pandemia do coronavírus.
A edição deste ano também teve como finalistas a mexicana Fernanda Melchor, a argentina Gabriela Cabezón Cámara, a iraniana Shokoofeh Azar, o alemão Daniel Kehlmann e a japonesa Yoko Ogawa.