Economia
Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Olympus vende divisão de máquinas fotográficas após 84 anos

A série Olympus OM foi lançada nos anos 1970 e colocou a empresa japonesa entre as grandes marcas do mercado fotográfico

A Olympus anunciou nesta quarta-feira (24) que está saindo do mercado de câmeras fotográficas após 84 anos em atividade. A empresa japonesa, atuante na indústria de equipamentos médicos e de onde sai boa parte de sua receita, vai vender o negócio de câmeras para a Japan Industrial Partners – responsável por adquirir a VAIO da Sony em 2014.

Segundo a CNN, a venda marca o fim do negócio de câmeras da Olympus, iniciada em 1936 quando introduziu a marca “Zuiko”. A companhia vendeu sua primeira SLR com a marca OM – um sucesso no mundo das analógicas – em 1972 e a “point and shoot” Infinity Stylus em 1991.

A empresa é mais uma que teve dificuldades para se manter desde o surgimento dos smartphones e, apesar de sucessivas reestruturações, não aguentou as baixas vendas. Apesar dos diversos rumores no final do ano passado, o CEO da empresa, Yasuo Takeuchi, negou que a divisão das câmeras estava a venda. O acordo com a JIP deve ser encerrado em setembro e os termos da negociação ainda não foram anunciados.

A primeira câmera digital da Olympus saiu em 1996 e iniciou, em conjunto com a Kodak e Fujifilm, uma revolução no mercado de máquinas fotográficas.

No anúncio, a Olympus afirmou que a JIP seguirá desenvolvendo as tecnologias existentes nas câmeras, mas não se sabe se o nome da marca seguirá o mesmo.

Fonte: Istoé Dinheiro